Força, nossa Chapecoense!

Neste momento, em que os sentimentos e as emoções se embaralham, nossas mãos tremem; nosso coração pulsa mais forte; imagens e palavras percorrem nosso cérebro; contudo, nossa cabeça se ergue e conclama:
— Avante, Chapecoense! Força, município de Chapecó e Estado de Santa Catarina! Em frente, Brasil e Planeta!
Aos familiares dos jogadores e jornalistas que deixaram o corpo físico nesta tragédia aeronáutica, saibam e recordem sempre, que todos eles continuam vivos!
Muito mais! Eles desejam que todos permaneçam unidos e solidários, num abraço permanente de fraternidade e solidariedade…
Agora, vocês todos têm direito de chorar de saudade, mas confiem que, em breve erguerão a cabeça e prosseguirão firmes na vida humana, que os espera, na busca dos melhores resultados!
Agindo desta forma, eles desfrutarão de alegria e felicidade maiores!
Como eu afirmava:
— Os sentimentos e as emoções se misturam: a tristeza pela ausência do corpo do ser amado; a lembrança dos sorrisos, gestos de entusiasmo pelas conquistas.
As emoções das partidas e das chegadas e tantas celebrações de vitórias, de persistência e coragem…
Todos os que deixaram os corpos orgânicos, estão agora integrados à Harmonia do Universo, ao infinito Poder de Deus.
Eles podem ajudar a vocês todos; eles querem ajudá-los;
Basta que vocês aceitem, permitam e melhor ainda se pedirem.
O Universo é permanente, como seu Criador é eterno.
Do dia 29 de novembro de 2016, pelos séculos e séculos, todos estes entes queridos estarão permanentemente com todos vocês, seus familiares e amigos, prontos para auxiliá-los em tudo o que possam necessitar!

Dr. Pedro A. Grisa Parapsicólogo do Sistema Grisa e escritor, natural do oeste catarinense.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *